// Na QUINTA

O MÊS COMEÇA NO BANDO | Janeiro a Maio | 2019

Todos os primeiros fins-de-semana do mês, as portas da QUINTA estão abertas para vos receber no almoço comunitário PRIMEIRO SÁBADO DO MÊS, para degustarem uma SOBREMESA ARTÍSTICA e para assistirem aos espectáculos da nossa programação!

Em Fevereiro recebemos os Peripécia Teatro, em Março o Teatro Regional da Serra do Montemuro, em Abril, os nossos Confrades e o Teatro dos Barris e em Maio, a Fértil - Associação Cultural!



Informações e reservas:

BILHETE para cada ESPECTÁCULO: 7, 8 ou 9 € à escolha do espectador
Grupos de 10 ou + pessoas: 6€
JANTAR
para grupos de 5 ou + pessoas + ESPECTÁCULO: 15€ [reserva obrigatória]
Para reservas e bilheteira contacte 969375064 / bilheteira@obando.pt
2 e 3 FEV
Sáb 21h / Dom às 17h

LA TORTILLA DE MI MADRE – Peripécia Teatro (+)





"La Tortilla de mi Madre”, uma peça para degustar em minutos e para digerir pausadamente.”.

As notas de cómico, a que a companhia nos habituou desde os primeiros trabalhos, se, por um lado, atenuam a dimensão trágica da trama, por outro, revelam-se uma forma subtil de observar à lupa os pormenores quotidianos da existência que nos escapam ou que preferimos, porque nos doem, ignorar. A peça resulta, assim, numa reflexão perspicaz e acutilante sobre a impiedade do tempo, sobre as relações humanas, as incoerências da existência e sobre a solidão, a que nos forçam ou à qual nos forçamos, por comodismo ou por opção, e que é fruto da crescente desumanização que caracteriza o nosso tempo. É, ao mesmo tempo, a confirmação do efeito que livros e memórias podem ter nas nossas vidas, sobre como podem salvar-nos da loucura ou da solidão ou de ambas. Neste trabalho da Peripécia Teatro, ganha igualmente relevo o processo criativo da escrita, não raras vezes desassossegado e doloroso, em que o escritor se debate com as suas memórias, com as personagens que teimam em conduzir o curso da intriga ou com a falta de inspiração.”

(Luísa Félix, professora e autora do blog "letras são papéis” - amaroinfinito.blogspot.pt”


criação, dramaturgia e interpretação Noelia Domínguez e Sérgio Agostinho
técnica vocal Joana Valente
caracterização e maquilhagem Maria Simões
espaço cénico Peripécia Teatro
figurinos Peripécia Teatro e Cláudia Ribeiro
iluminação Pedro Pires Cabral
produção executiva Sara Casal
direcção, co-criação José Carlos Garcia
m/12 | 65 min

2 e 3 MAR
Sáb 21h / Dom às 17h

MONÓLOGOS DE UMA VIDA – Teatro de Montemuro (+)



Um homem que precisa de tomar uma decisão. É a terceira oportunidade que tem de mudar a sua vida, encontrar o amor e realizar-se.


Em cena, um actor, um músico e um bailarino coexistem interpretando três figuras da mitologia grega: Sísifo, Ícaro e Perséfone.
O imaginário da aldeia de onde são naturais, a confrontação entre o cosmopolitismo da cidade e a essência beirã e a mistura de três diferentes linguagens artísticas dão o mote para um reflexão bem humorada com interpretação de Abel Duarte, Carlos Adolfo e Filipe Moreira.


texto Peter Cann
encenação Eduardo Correia
movimento Julieta Rodrigues (Radar 360º)
cenografia e figurinos Maria João Castelo
direcção musical Carlos Adolfo
interpretação Abel Duarte, Carlos Adolfo e Filipe Moreira
desenho de luz Paulo Duarte
construção de cenários Carlos Cal e Maria da Conceição Almeida
costureiras Capuchinhas e Maria do Carmo Félix
operação técnica Paulo Duarte
cartaz Maria João Castelo
fotografia e vídeo Lionel Balteiro
m/6 | 60 min