// MOVIMENTO ZEBRA (2020)


O Teatro é um pretexto para estarmos juntos

AULAS DE TEATRO GRATUITAS | FREE ACTING LESSONS | COURS DE THÉÀTRE GRATUITS
CLASES DE TEATRO | LEZIONI DI TEATRO GRATUITE | AULAS DI TEATRO GRÁTIS
CURSURI DE DRAMA GRATUITE | CLASE DE TEATRU GRATUITE | नि: शुल्क थिएटर
免费剧场班 | БЕСПЛАТНЫЕ ТЕАТРАЛЬНЫЕ КЛАССЫ | KOSTENLOSE THEATERKLASSEN

# MOVIMENTO ZEBRA

No teatro, o corpo não tem fronteiras, o corpo existe enquanto encontro.
A possibilidade de nos encontrarmos sem fronteiras.
O corpo-voz que sente, que imagina, que alcança o indizível.
Trata-se do sentir, o sentir enquanto manifestação política!
Falar um idioma diferente mudará o sentir?
Estará nas palavras a único e legítimo pensamento?
O Movimento Zebra começa no encontro, o encontro de si através do outro.
O encontro que nasce na primeira troca de olhares entre aqueles que nunca se viram.
O Teatro é um pretexto para sentir, um sentir pensante que tem espírito livre e crítico.
O Teatro é um pretexto para estarmos juntos.
Nestas oficinas procuramos desenvolver pretextos que incentivem a materialização do imaginário de cada indivíduo, através duma exploração abstracta do movimento próprio de cada corpo e da matéria voz. 


Quer fazer parte deste Movimento internacional? Então, junte-se a nós!


Qual o objetivo do Movimento Zebra?
O Movimento Zebra é um projeto que propõe a promoção da interculturalidade através da criação artística, num processo de formação na área teatral que valorize o desenvolvimento e a apropriação dos conhecimentos e identidades culturais.

Onde e quando acontecem as aulas?
Até ao final de Janeiro, as aulas do Movimento Zebra acontecem em dois dias da semana: às terças-feiras, na Casa do Largo, das 19h às 21h, e às quartas-feiras, no Centro Multicultural, das 19:30h às 21:30h.

É preciso fazer uma inscrição? Quem pode fazer?
Não é preciso fazer nenhuma inscrição ou matrícula, basta comparecer nos locais no horário do encontro. A formação do Movimento Zebra é aberta à todos: migrantes e não-migrantes, o que queremos é reunir pessoas com diferentes histórias e criar a partir da nossa diferença.

O Movimento Zebra é pago?
Não! As aulas de teatro do Movimento Zebra são gratuitas. Isto só é possível porque o Movimento Zebra é um projeto em parceria do Teatro O Bando e a Câmara Municipal de Setúbal financiado pelo FAMI (Fundo para o Asilo, Migração e Integração).

Em qual idioma são ministradas as aulas?
Ao longo das aulas do Movimento Zebra, as orientações são em português e traduzidas para outros idiomas de acordo com a necessidade dos participantes. Vale frisar que este é um grupo composto por pessoas de diversos países, com diferentes níveis de conhecimento da língua portuguesa, portanto, ao longo das aulas, todos se ajudam partilhando traduções.

Qual o período de duração da formação teatral do Movimento Zebra?
A formação acontecerá durante todo o ano de 2020 e sua conclusão se dará com a apresentação de um espetáculo construído e apresentado pelos participantes. Interessa-nos, no Movimento Zebra, que cada um possa se expressar artisticamente e criar a partir de suas histórias, sonhos, desejos e anseios.


Para mais informações
+351 212 336 850 | +351 969 375 064
jpinho@obando.pt
rbelchior@obando.pt
setubal.territoriointercultural@mun-setubal.pt

Coordenação artística: Juliana Pinho
Formadores: Juliana Pinho e Suzana Branco
Produção: Raquel Belchior
Assistência de produção e pesquisa: David de Alencar (Estagiário FCSH)

No centro da vida actual das cidades, o MOVIMENTO.

O movimento de uma modernidade imperativa que impõe diariamente os indivíduos a deslocarem-se: entre casa e trabalho, entre cidades, entre países, entre o presente e o desejo geográfico do futuro, "a pólis, o urbano da contemporaneidade, se apresenta como um palco para a representação de uma "automobilidade”” (LEPECKI, 2011).

Neste cenário, os diferentes graus de motilidade revelam indivíduos mais ou menos livres que podem, em maior ou menor grau, exercer a sua mobilidade. E neste movimento, por demandas, urgências ou aspirações diversas, as populações marcam os solos das cidades como um espaço de trânsito.
E entre tantos transeuntes (uns mais rápidos que outros), percebemos os imigrantes. Portadores de um movimento singular, os imigrantes escancaram algumas das tantas rupturas do ideal de movimento que, frequentemente, não é pleno: o chegar de um imigrante conclui a dramática percepção de que, para muitos, a mobilidade é uma percurso incompleto. Move-se, mas não torna-se parte daquela comunidade. Migra, mas abandona na cidade-natal o seu direito à cidadania plena.
É exactamente ao identificar estas questões que o grupo Teatro O Bando, em parceria com a Câmara Municipal de Setúbal no âmbito do Plano Municipal de Integração de Migrantes (financiado pelo Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração), lança o MOVIMENTO ZEBRA - um projecto que pretende promover a interculturalidade através da criação artística, num processo de formação na área teatral que valorize o desenvolvimento e apropriação dos conhecimentos e identidades culturais para a criação artística contemporânea.

E se este é o sentido que o vocábulo "movimento” evoca, cabe a pergunta: quem são as zebras? À primeira vista, as zebras parecem iguais mas não o são! Não há duas zebras iguais - o padrão listrado de cada zebra é único e exclusivo, tal como o é uma impressão digital. Essa característica aponta para a resposta ao invocar a nossa singularidade, os traços distintivos que nos tornam únicos. As zebras organizam-se numa estrutra social que revela a importância que dão à pluralidade e à coesão. Quando unem as suas riscas, as zebras confundem os seus predadores. É, portanto, a soma de suas diferenças que as fortalecem.

E assim nasce o MOVIMENTO ZEBRA, com um percurso que será construído a partir dos fatores artísticos identitários que vão ao encontro das características e desígnios dos participantes. A formação é gratuita e acontece em Setubal às terças-feiras, das 19:00 às 21:00 na Casa do Largo (Largo José Afonso) e às quartas-feiras, das 19:30 às 21:30 no Centro Multicultural da Bela Vista.